quinta-feira, 18 agosto / 2022
HomeJovem AprendizQuais são as regras do Programa Jovem Aprendiz e dicas para iniciantes

Quais são as regras do Programa Jovem Aprendiz e dicas para iniciantes

Foi no ano 2000 que a Lei nº 10.097/2000 foi criada e deu origem ao programa Jovem Aprendiz. Esse programa foi criado com o objetivo de proporcionar oportunidades de empregos para jovens que não tinham experiência profissional. Dessa forma, os jovens ganham qualificação e experiência profissional e se tornam preparados para atuar nos mais diversos tipos de mercado de trabalho.

PUBLICIDADE

Quais são as regras do Jovem Aprendiz

Uma regra muito importante, que inclusive é motivo de permitir ou não o ingresso ao programa é a faixa etária dos aprendizes que precisam estar entre 14 e 24 anos. As exigências não param por aí. Além disso, é necessário que jovem ou tenha concluído o Ensino Médio ou esteja pelo menos matriculado e cursando.

Os aprendizes que possuem algum tipo de deficiência (PcD), não existe limite para que ele possa participar. Além dessas questões importantes é necessário observar outros pontos do programa.

O salário do Jovem Aprendiz

O salário do Jovem Aprendiz é baseado em cima do valor do salário mínimo. Sendo assim, o valor que um jovem ganha pode variar de acordo com as horas trabalhadas. Podemos dizer então que o jovem aprendiz recebe um salário “horista”, calculado em cima das suas atividades trabalhadas.

A conta é simples! Neste ano de 2022 o salário hora é de R$ 5,51. Dessa forma, o jovem aprendiz que trabalha pelo menos 30 horas de trabalho semanal devem receber em média R$ 854,04. Entretanto, embora esse seja o valor mínimo estabelecido, as instituições possuem liberdade para estabelecer um salário que seja superior a este valor.

Outra questão é que os aprendizes têm carteira assinada, recebem vale transporte, férias, décimo terceiro salário e FGTS, porém este tem uma alíquota reduzida de 2%.

Como é a cota de aprendizagem

De acordo com a lei as empresas de grande e médio porte precisam respeitar as cotas estabelecidas por esse programa. De acordo com o que foi estabelecido pelo menos 5% do quadro de funcionários deve ser composto por jovens aprendizes, porém esse número não pode ser superior a 15% do quadro de funcionários da empresa. As empresas que decidem não cumprir a lei estão sujeita a pagar uma mula cujo valor é estipulado em R$ 3 mil por aprendiz não contratado. Além disso, em caso de reincidência esse valor é dobrado.

Qual é a jornada de trabalho de um jovem aprendiz

Uma Medida Provisória em relação ao programa foi publicada recentemente. De acordo com o texto publicado o jovem aprendiz que já tiver finalizado os estudos do Ensino Médio, podem sim ter uma jornada de trabalho de até 8 horas por dia. Entretanto, aqueles que ainda estão cursando o Ensino Médio não podem ter uma jornada diária de trabalho superior a 6 horas.

O Programa Jovem Aprendiz funciona de qual forma

É possível afirmar que ele funciona através de uma parceria firmada entre instituições responsáveis pela aprendizagem com as empresas. Dessa forma, é possível oferecer as vagas dentro de uma cota que respeite a mesma após a publicação da MP.

Os interessados a participarem do programa precisam ficar ligados em relação ao prazo de inscrição de acordo com as empresas de sua região. Pois, existe um período que as inscrições se abrem e depois se encerram. Quem perde esse prazo não consegue participar no ano que perdeu as inscrições.

O que se espera de um jovem aprendiz

As empresas esperam que através do Programa Jovem Aprendiz possam encontrar novos talentos para compor o quadro de funcionários da empresa. Dessa forma, a instituição que contrata o jovem espera que ele seja uma pessoa pró-ativa, comunicativa, organizada e que tenha novas e boas ideias.

Não é pelo fato de você ser novo na empresa que os seu superiores não irão escutar a sua opinião. Encontrar soluções para desafios enfrentados pela empresa podem fazer com que você se destaque em relação aos outros.

Por esse motivo, não faça nada com dúvida. Se não sabe corretamente o que fazer, não fique com receio de questionar. É importante que você desempenhe o seu papel com clareza e certeza. É melhor tirar uma dúvida do que correr o risco de fazer alguma coisa errada por um simples medo bobo de questionar o jeito certo.

Seja cordial com os demais colaboradores. Isso gera empatia e melhora o seu relacionamento com os demais da equipe. Manter um bom relacionamento com os colegas de trabalho é um ponto muito positivo para concretizar sua relação com a empresa.

Sendo assim, sempre mantenha a postura, brincadeiras em horário de trabalho nem sempre é bem visto. Então, seriedade e responsabilidade andam lado a lado nessa missão de aprender uma profissão de forma prática.

Nada de ir para o trabalho com roupa amarrotada. Higiene e cuidados pessoais são importantes também e não devemos deixar que esse item passe de forma despercebida. Se você atende ao público, então manter sempre uma boa aparência é extremamente fundamental. Pronto, agora que você já sabe dessas dicas valiosas é só colocar em prática e correr para o sucesso que você tanto merece nessa sua primeira jornada no mundo empresarial.

RELACIONADOS

Popular